PALESTRAS

Gestão Esportiva de Alto Impacto – Estratégias para Resultados Efetivos é o tema da 1ª edição do Congresso Olímpico Brasileiro.

Em um mercado tão competitivo, onde os resultados esportivos estão cada vez mais pulverizados entre as nações, as organizações esportivas e seus principais agentes (gestores, treinadores e demais profissionais das ciências do esporte) têm a missão de criar sistemas, políticas, procedimentos e metodologias cada vez mais organizados e transparentes, direcionados para o alcance de resultados efetivos, sustentáveis e de alto impacto em toda a cadeia esportiva.

PALESTRA 1 GESTOR

Mesa-redonda: Sistema Organizacional do Esporte

Os países que alcançam sucesso internacional no esporte de alto rendimento possuem planos de ação nacionais que são elaborados de maneira central e aplicados em todo o território nacional, sejam esses gerenciados pelo governo, por entidades esportivas ou institutos nacionais de esporte. 

Como países de referência criaram seus sistemas organizacionais, assim como os desafios enfrentados e os benefícios alcançados são os objetivos dessa mesa redonda.

 

PALESTRA 1 TREINADOR

Visão Estratégica para o Aumento da Competitividade Esportiva

A evolução, a alta competitividade entre as Nações e o avanço das ciências do esporte trouxeram para o Treinador grandes desafios em seu dia a dia. Peça fundamental no processo de preparação do atleta, o Treinador precisa dominar conhecimentos técnicos da modalidade e do treinamento esportivo. Por outro lado, esses conhecimentos estão cada vez mais acessíveis e disponíveis, possibilitando uma igualdade entre os competidores. Dessa maneira, como o treinador pode fazer a diferença? Quais outras perspectivas fundamentais devem ser observadas, planejadas e operacionalizadas para o aumento das condições de competitividade do atleta? 

PALESTRA 1 CIÊNCIAS DO ESPORTE

Gestão de Equipe Multidisciplinar

As Ciências do Esporte nos últimos anos evoluíram muito. Para a ciência ser aplicada na prática é imprescindível a atuação de uma equipe multidisciplinar totalmente integrada com a filosofia e objetivos de trabalho determinados bem claros, com função e regras de atuação de cada integrante. Isto estabelecerá uma metodologia a ser seguida para toda a equipe, culminando no resultado esportivo. 

O trabalho multidisciplinar precisa ser aprimorado e controlado de forma contínua. Existem muitas questões a discutir nesse contexto, como o que é, qual a sua função, quem deve estar inserido, qual o nível de formação de seus integrantes, perfil do coordenador da equipe, como organizar a metodologia e como será a gestão da equipe.

PALESTRA 2 GESTOR

Inteligência Competitiva na Gestão Esportiva

Inteligência competitiva é a forma proativa de captar e organizar informações relevantes sobre o comportamento e desempenho da concorrência, dos clientes e do mercado, analisado tendências e cenários, e permitindo um melhor processo de tomada de decisão a curto e longo prazo. O objetivo da inteligência competitiva é ampliar as condições de competitividade de uma empresa, reorientando seu modelo de negócios, suas metas, planejamentos, entre outros.

PALESTRA 2 TREINADOR

Inovação, Monitoramento e Controle da Carga de Treino em Atletas Olímpicos

Ao longo dos anos, pesquisadores do mundo todo tem direcionado seus estudos na tentativa de responder como deve ser o monitoramento e controle da carga de treino. Tema este, que envolve inovações tecnológicas e inteligências das mais diversas áreas do conhecimento para explicar tal fenômeno. 

Compreender a relação da carga externa e os efeitos produzidos pela mesma no organismo dos atletas, parece ser de fundamental importância para a correção das futuras cargas de treino e otimização da metodologia a ser aplicada.

Palestra oferecida pela Ajinomoto

PALESTRA 2 CIÊNCIAS DO ESPORTE

Saúde no Esporte de Alto Rendimento: do Problema à Solução

O ideal é que o esporte aconteça mantendo a integridade da saúde do atleta. No entanto, no alto rendimento essa questão torna-se mais difícil. Como e quando prevenir cometimentos à saúde? Como tratar e retornar aos treinos e competições em tempo recorde? Quais são os impactos do retorno precoce à atividade esportiva? Nosso foco é sempre na prevenção e entender nestes casos o melhor tempo para retorno sem que exista risco desnecessário ou que o atleta fique mais tempo afastado do esporte do que deveria.  

PALESTRA 3 GESTOR

Ética, Governança e Compliance no esporte

É um conjunto de práticas administrativas que objetivam assegurar que a organização está em conformidade com a legislação, a um código de conduta, a políticas e princípios. Estar em conformidade com a legislação não é uma opção da organização esportiva, não é um luxo que ela pode escolher ter ou não ter, esta conformidade é mandatório.

PALESTRA 3 TREINADOR

Mesa-redonda: Sistema de Identificação e Desenvolvimento de Talentos

Identificar uma criança ou jovem talento para o esporte é uma etapa fundamental. No entanto, tão essencial e imprescindível é saber o que fazer com esse talento, provendo o suporte e o encaminhamento necessários. 

Nessa mesa redonda, será debatida a gestão de toda a cadeia da iniciação esportiva com o foco no talento identificado, uma questão de extrema importância no esporte de alto rendimento no Brasil

PALESTRA 3 CIÊNCIAS DO ESPORTE

Informação e Ruído: Como Transformar Dados em Informação Estratégica

Quanto mais a ciência avança, mais capacidade temos de acesso aos dados dos atletas que não tínhamos antes. Hoje podemos controlar, em tempo real, várias informações sobre a fisiologia, a biologia celular, sobre o volume de treino e, virtualmente, tudo que está acontecendo com o atleta. Mas, e agora? O que faremos com isso? É possível administrarmos todas as variáveis que podemos mensurar? É útil coletar todas as variáveis? Será que menos é mais?

 

PALESTRA 4 TODOS

As Regras de Ouro. Dez Segredos para se Tornar um Campeão na Vida e nos Negócios

O esporte se desenvolve em um país quando existe um ambiente favorável, com suporte financeiro, uma boa governança das organizações e políticas para o esporte e um volume relevante de praticantes de esportes;  esse ambiente é potencializado quando são feitos a identificação e o desenvolvimento de atletas talentosos, com um suporte à carreira e pós-carreira do atleta e uma estrutura de treinamento e infraestrutura; por fim, é necessário também para o crescimento esportivo que existam condições de suporte ao desenvolvimento do treinador, que se realizem competições nacionais e internacionais e que haja investimento nos setores de  pesquisa científica e inovação.

Mas todas essas estruturas têm algo em comum: para serem geridas de forma eficaz, elas precisam de pessoas talentosas, motivadas e bem lideradas.